Dicas sobre procurações e empresários

Por   | 

Marcos Chitolina, diretor de futebol do Grêmio, deu algumas dicas para quando você for fechar com o empresário.

– Hoje no mundo, tem muitos empresários. Aqui no Olímpico, tem muitos empresários que ficam esperando os jogadores no pátio, para o jogador vir. “Se destacou, olha aqui eu vou ser o teu procurador”. Empresários que querem/ que vêem no atleta um potencial e oferecem dinheiro para a mãe, para o pai. Meu conselho é procura o clube. Hoje, o melhor auxilio, no Grêmio, neste momento, (não falo do passo e não falo do futuro) hoje no Grêmio nós temos toda uma estrutura para fazer isso.

– O atleta deve procurar o departamento de formação nosso, pedir conselhos, qual seria a melhor situação para ele, de apoio jurídico no contrato. O Grêmio tem, conhece pessoas. O Grêmio pode auxiliá-lo a fazer isso. Agora, ninguém vai obrigar. O Grêmio não ganha nada com isso, os profissionais do Grêmio não têm nada de envolvimento financeiro com isso. Mas, o Grêmio procura direcionar da melhor forma, naquelas condições que te falei, que o clube dá para que o atleta não entre numa fria.

-Se ele entrar numa fria, vai prejudicar  o rendimento dele e até a formação dele como atleta. Então, nós temos que dar todas condições. Auxilia-lo e não decidir por ele. Auxilia-lo somente à ele tomar uma decisão mais correta possível para não ser prejudicado ali na frente por ter sido sacaneado por alguém ou não. Isso o clube faz.

Chitolina explica a importância de conversar com o clube antes de tomar qualquer decisão.

– Agora, antes de assinar um contrato, traz a família aqui para o Grêmio, conversa com o pai, a mãe, os responsáveis pelo atleta virem conversar com a direção clube. Direção que é responsável pelo departamento de formação. O primeiro passo, ouve da gente o que é melhor para o menino.

– O clube, o Grêmio, o departamento de formação, os profissionais que lá estão, são especializados à tratar deste tipo de assunto que é a formação. Então, o melhor caminho é procurar a direção do clube no departamento de formação, e tirar todas a dúvidas. Depois sim decidir, somente. Ninguém influi na decisão, mas a gente auxilia.

Você tem uma boa assessoria jurídica?

Assista ao vídeo:

O blog de quem quer ser jogador. Compartilhe.